Rejeição a Bolsonaro é de 64%, diz pesquisa Ipespe

14 de janeiro de 2022 às 12:31

Eleições/Pesquisa Eleitoral

Pesquisa Ipespe divulgada nesta sexta-feira (14) destaca que 64% dos eleitores afirmam que não pretendem votar “de jeito nenhum” em Jair Bolsonaro (PL) nas eleições presidenciais de outubro, um crescimento de dois pontos percentuais em comparação com o levantamento realizado em dezembro. A rejeição ao atual ocupante do Palácio do Planalto é a maior entre todos os pré-candidatos.

Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)

    Levantamento desfaz a fake news de que    Lula - que tem um índice inferior a Moro e está     empatado com Ciro Gomes - e Bolsonaro       são os mais rejeitados

Ainda de acordo com a pesquisa, a rejeição ao nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva alcança 43% do eleitorado, retração de um ponto percentual sobre o levantamento anterior. O índice de rejeição é semelhante ao registrado pelo ex-ministro Ciro Gomes (PDT), que também é de 43%, uma queda de dois pontos sobre o estudo de dezembro. 

O ex-juiz Sergio Moro, condenado por suspeição nos processos contra o ex-presidente Lula, é rejeitado por 51% do eleitorado, um recuo de dois pontos em relação a dezembro do ano passado. Os dados desfazem a fake news de que Lula - que tem um índice inferior a Moro e está empatado com Ciro Gomes - e Bolsonaro são os mais rejeitados pelos eleitores.

Em seguida, aparecem João Doria (PSDB), com 55%, Rodrigo Pacheco(PSD), com 39%, Felipe D’Ávila (Novo), com 34%, Simone Tebet (MDB), com 33%, e Alessandro Vieira (Cidadania), com 31%. 

O levantamento foi realizado entre 10 e 12 de janeiro de 2022 com 1.000 entrevistados ouvidos por telefone por meio do Sistema CATI IPESPE. A margem de erro máximo estimada é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95,5%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-09080/2022. 

 

Leia a íntegra da matéria no Brasil 247: https://www.brasil247.com/brasil/rejeicao-a-bolsonaro-e-de-64-diz-pesquisa-ipespe-iuliovko

Artigos

Existe um elemento no ano de 2021 que imputou e promoveu uma verdadeira aposta de cancelamentos e desejos para que ele seja mais um ano apagado da memória de milhares de pessoas: A pandemia, que promoveu o desaparecimento definitivo de milhares de pessoas. Sim, mais 365 dias indescritíveis. Para muitos, antes de...
Abrimos 2022 com a sinalização de que viveremos um ciclo de tensão, envolto no cobertor eleitoral. A par das costumeiras escaramuças que o país costuma abrigar sob a teia de uma guerra pelo poder entre protagonistas que lutam para aumentar sua fatia de bolo, desta feita estaremos diante de uma encruzilhada: à...
Na biografia de William Henry Beveridge, escrita por Jose Harris, o pai da seguridade é definido como o profeta da revolução social pacífica. Seria bem esse o escopo da seguridade social: impor a revolução pacífica. Isto é, a transformação da sociedade desde dentro, mediante verdadeiro projeto de inclusão,...
Dicas de Leitura

Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças.   A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável pela trilha sonora do...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade.Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para escolas e instituições, enquanto Raphaela Comisso atua como...
Escolhido pela Carina Rissi para a Caixa 2 da Temporada 2020 do Clube de Romance da Carina, o livro O som do nosso coração (Ed. Record) equilibra humor e emoçãoExistem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma...
ASSINE NOSSO NEWSLETTER