Bahia Covid-19: nesta sexta (14), mais 8 mortes e 2.430 novos infectados ampliaram os dados estaduais da pandemia

14 de janeiro de 2022 às 18:31

Saúde/Covid-19/casos/mortes

A Bahia registrou nesta sexta-feira (14) 8.560 casos ativos de Covid-19. A última vez que o estado teve um número de ativos maior ao de hoje foi em 24/07/21, quando foram registrados 9.042 ocorrências. O boletim epidemiológico aponta ainda que, nas últimas 24 horas, foram computados 2.430 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,19%), 1.118 recuperados (+0,09%) e 8 óbitos. Dos 1.286.166 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.249.956 já são considerados recuperados e 27.650 tiveram óbito confirmado.

Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.710.051 casos descartados e 280.464 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas desta sexta-feira.

Na Bahia, 53.417 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

 

Vacinação

Até o momento temos 10.871.534 pessoas vacinadas com a primeira dose, 261.744 com a dose única, 8.966.799 com a segunda dose e 1.710.986 com a dose de reforço.

 

Ascom SESAB/Governo da Bahia

Artigos

Existe um elemento no ano de 2021 que imputou e promoveu uma verdadeira aposta de cancelamentos e desejos para que ele seja mais um ano apagado da memória de milhares de pessoas: A pandemia, que promoveu o desaparecimento definitivo de milhares de pessoas. Sim, mais 365 dias indescritíveis. Para muitos, antes de...
Abrimos 2022 com a sinalização de que viveremos um ciclo de tensão, envolto no cobertor eleitoral. A par das costumeiras escaramuças que o país costuma abrigar sob a teia de uma guerra pelo poder entre protagonistas que lutam para aumentar sua fatia de bolo, desta feita estaremos diante de uma encruzilhada: à...
Na biografia de William Henry Beveridge, escrita por Jose Harris, o pai da seguridade é definido como o profeta da revolução social pacífica. Seria bem esse o escopo da seguridade social: impor a revolução pacífica. Isto é, a transformação da sociedade desde dentro, mediante verdadeiro projeto de inclusão,...
Dicas de Leitura

Ambientado em uma comunidade japonesa de São Paulo, lançamento ficcional da escritora Juliana Marinho promove o poder da música como intervenção para cura de doenças.   A musicoterapia, união da arte e saúde em busca da reabilitação ou promoção do bem-estar, é a responsável pela trilha sonora do...
Por meio da personagem Malu, as escritoras e letrólogas paulistas Nanda Mateus e Raphaela Comisso dialogam com as crianças sobre diversidade familiar e desmistificam a homoparentalidade.Nanda Mateus trabalha com educação e inovação em tecnologias para escolas e instituições, enquanto Raphaela Comisso atua como...
Escolhido pela Carina Rissi para a Caixa 2 da Temporada 2020 do Clube de Romance da Carina, o livro O som do nosso coração (Ed. Record) equilibra humor e emoçãoExistem músicas para os momentos felizes, tristes e até aquelas que marcam datas especiais, mas para Melody King é diferente: as canções são uma...
ASSINE NOSSO NEWSLETTER